Ano Letivo

Notícias

S.C.C. - ANIMAIS, CINEMA, HISTÓRIA E MUITO MAIS

Ao longo da Semana da Cultura e da Ciência, como se pode observar no programa, todos os alunos do S. João de Brito, desde os meninos do Pré-escolar aos do Secundário, puderam contar com uma oferta riquíssima de atividades. Ao longo dos próximos dias, iremos divulgar em vários artigos algumas das iniciativas em que alunos e professores se viram envolvidos.


Muitas atividades desta semana envolveram os alunos dos 2º e 3º ciclos.

Todos os alunos do 5º ano realizaram uma visita de estudo ao Oceanário a fim de consolidar os conhecimentos acerca dos animais e suas adaptações ao meio. O 5ºD teve ainda a experiência do “Cinema na sala de aula”, no âmbito do Plano Nacional de Cinema (com o apoio da Culturgest e da Cinemateca Júnior). Essa iniciativa contou com um exercício prático de storyboard (com frames do filme a visionar), seguida da visualização do filme “The kid”, de Charlie Chaplin, e de uma palestra sobre a linguagem do cinema (planos, luz,…), acompanhada de exercícios práticos.

Por seu lado, as turmas do 6º e do 7º ano assistiram a uma fascinante Palestra sobre Arqueologia Subaquática. A investigadora Sónia Bombico, da Universidade de Évora, veio dar a conhecer a uma ampla plateia de 240 alunos os trabalhos de arqueologia que se fazem em Portugal, quer na investigação subaquática (por exemplo, no Algarve ou no Tejo), quer na exploração de achados arqueológicos que antes estavam debaixo de água e agora se encontram enterrados (ex. um casco de um navio na zona ribeirinha de Lisboa, encontrado aquando das escavações para a construção do metro do Cais do Sodré).

Já os alunos do 8º ano assistiram a uma Palestra sobre as Ruínas de Troia, em que duas investigadoras apresentaram o trabalho de arqueologia que se faz na ilha de Troia, que é de raiz romana e foi um grande centro de exportação de sal para todo o império romano. A intenção desta conferência foi a de fazer despertar nestes meninos a curiosidade para a investigação histórica, para quem sabe um dia poderem ser eles a trabalhar nesta área. Nesse sentido, as investigadoras explicaram o caminho percorrido desde que se encontra um achado arqueológico até à sua exibição num museu, bem como a importância de reconhecermos a riqueza histórica do nosso país em termos de achados arqueológicos.

Last but not least, os alunos do 9º ano contaram com uma conferência com três investigadores do CLEPUL (Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias) que vieram conversar com os jovens sobre o seu percurso de vida, sobre como é o seu dia a dia e os seus desafios, quais foram as escolhas com que se depararam, que estradas tomaram que afinal se revelaram becos sem saída, que coragem lhes foi exigida para afinal enveredarem pelo caminho definitivo. É importante estes alunos, que estão prestes a ter de tomar a primeira grande decisão das suas vidas, irem pensando bem sobre a forma como os seus interesses e paixões poderão um dia tornar-se parte do seu caminho profissional.

Já noutro registo, os alunos das turmas do 9º B e D realizaram um workshop de Suporte Básico de Vida durante as aulas de Ciências Naturais, onde aprenderam algumas formas de atuação em caso de emergência médica.

Entretanto, ao longo de toda a semana, na Sala da Esfera, as atividades do Clube da Matemática foram envolvendo um enorme grupo de alunos. Uma das iniciativas foi uma série de competições amigáveis entre os campeões dos diferentes Jogos Matemáticos (Cães e Gatos, Rastros, Avanço, etc) e os vários alunos que contra eles se “arriscavam” a jogar. Cada aluno tinha uma caderneta com folhas coloridas que ia preenchendo com os autógrafos dos campeões desafiados e por cada vitória obtida ganhava um rebuçado. Os alunos também se divertiram a jogar o jogo Glória SuperT, em que um dado gigante jogado num tabuleiro no chão ia determinando a disciplina na qual as perguntas do SuperT se inseriam, em cada jogada: Português, Inglês, Espanhol, Cálculo Mental, Matemática, Físico-Química ou História.

© Colégio de São João de Brito
Propriedade da Província Portuguesa da Companhia de Jesus, Alvará nº 980.